Adiós! Espanha perde de Honduras e está eliminada

A primeira grande surpresa da Olimpíada aconteceu. A Espanha está fora dos Jogos Olímpicos depois de perder de Honduras por 1 a 0 neste domingo. O time pressionou, criou chances, mas perdeu muitos gols e viu a vaga na próxima fase escorrer entre os dedos.

Depois de tomar o gol logo no início do jogo, a Espanha virou senhora do jogo. Dominando as ações, passou a atacar mais e perder gols. O time criou, chegou ao ataque, mas não conseguia concretizar. No segundo tempo, a situação ficou ainda mais evidente, com a Espanha melhorando em campo, indo mais ainda para cima, mas perdendo gols em demasia.

Assim, o time acaba eliminado precocemente, mesmo massacrando Honduras com chutes a gol no segundo tempo. E o time fará um amistoso contra Marrocos. Já Honduras está com chances de classificação e enfrenta o Japão.

Destaque do jogo

A péssima finalização espanhola. O time tentou, criou chances e chegando no último terço do campo, não conseguiu ter competência para colocar a bola na rede.

Momento chave

Aos 25 minutos do segundo tempo, em uma boa jogada de Mata, Rodrigo perdeu um gol feito ao cabecear no travessão livre, dentro da pequena área. Um símbolo do que foi o ataque espanhol: incompetente.

Os gols

7’/1T: Em uma jogada trabalhada pela esquerda, bola levantada na área para Bergston cabecear e marcar 1 a 0 para Honduras.

Ficha técnica

Espanha 0x1 Honduras

Local: St. James’ Park, em Newcastle (ING)
Data: 29/jul, domingo
Árbitro: Juan Soto (VEN)
Gols: Jerry Bengston aos 7’/1T (Honduras)
Cartões Amarelos: Javier Martínez, Iker Muniain, Juan Mata, Tello, Botía, Diego Marino (Espanha), Mendoza, Espinoza, Leverson, Garrido (Honduras)

Espanha
David De Gea; Martin Montoya, Alberto Botía, Álvaro Dominguez e Jordi Alba; Javier Martínez (Cristian Tello aos 38’/2T), Isco (Rodrigo aos 21’/2T), Koke (Ander Herrera no intervalo), Iker Muniain; Juan Mata e Adrián López. Técnico: Luis Milla.

Honduras
Jose Mendoza; Wilmer CrisantoJoyhnny Leverton, Jose Velasquez e Maynor Figueroa; Luis Garrido, Roger Espinoza (Orlin Peralta aos 27’/2T), Arnold Peralta, Andy Najar (Alfredo Mejía aos 12’/2T) e Mario Martínez; Jerry Bengston (Antony Lozano aos 36’/2T). Técnico: Luis Suárez