Dois dos principais jogadores do PSG deixarão o clube ao final da temporada. O diretor esportivo, Leonardo, confirmou em entrevista ao Journal du Dimance que o capitão Thiago Silva e o atacante Edinson Cavani deixarão o clube ao final da atual temporada, quando também acabam os seus contratos. Os dois são parte de uma espinha dorsal que está no clube há muitos anos e se tornam jogadores importantes no mercado.

“Foi uma decisão muito difícil de tomar. Eles são jogadores que tiveram um grande impacto na história do clube”, disse o dirigente brasileiro. “Você sempre imagina se deveria continuar pelo mesmo caminho juntos ou se é melhor evitar um cenário quando você fica um ano a mais”.

“Foi uma jornada maravilhosa, mas estamos chegando ao fim. Nós tivemos que fazer uma decisão lógica, tanto em termos financeiros e também considerando a próxima geração de jogadores aparecendo”, explicou ainda Leonardo. “Talvez seja a decisão errada, eu não sei. Nunca há um momento perfeito. A Champions League ainda está na agenda e o plano é continuar na competição até o final de agosto”.

Thiago Silva, do Paris Saint-Germain (Getty Images)

Aos 35 anos, Thiago Silva é o jogador há mais tempo no clube. Ele chegou a Paris em 2012 vindo do Milan, em uma transação de € 42 milhões (€ 45,6 milhões com a correção da inflação). Veio junto com Zlatan Ibrahimovic do clube de Milão. O zagueiro se tornou parte importante do projeto milionário do clube e se tornou capitão do time.

São 310 jogos pelo clube, com 17 gols marcados e cinco assistências. São sete títulos da Ligue 1, quatro vezes campeão da Copa da França, cinco títulos da Copa da Liga Francesa. Ganhou também sete vezes a Supercopa da França. Ao longo da trajetória, Thiago Silva ganhou respeito em Paris e se tornou um jogador importante nessa retomada do clube com o dinheiro do Catar.

O zagueiro é veterano e provavelmente não tem muitos anos pela frente no alto nível exigido por clubes como o PSG, mas ainda pode ser um jogador importante. Thiago Silva seria um ótimo reforço para o Milan, seu ex-clube, que tantas vezes o especulou. Resta saber quem se interessa pelos serviços do jogador, que pode render bem, ainda que em um contrato curto.

Thiago Silva já afirmou, em entrevista recente, que ainda não pretende voltar ao Brasil. Isso, porém, dependerá das propostas que receber. Filipe Luís também não tinha planos de voltar ao Brasil, mas as propostas que chegaram não agradaram e o chamado do Flamengo se tornou muito atraente.

Cavani, de 33 anos, também veio da Itália um ano depois de Thiago Silva. Em 2013, o atacante trocou o Napoli pelo PSG por € 64,5 milhões (€ 68,6 milhões) para ser uma das estrelas do time. No clube, o uruguaio escreveu uma grande história.

Depois de ver Zlatan Ibrahimovic assumir o posto de maior artilheiro da história do clube e deixar a equipe rumo ao Manchester United, em 2016, Cavani ficou com o posto de principal atacante do time. E de artilheiro. Chegou a 200 gols pela equipe de Paris, uma marca que supera muito a de Ibrahimovic, até pelo maior tempo de clube.

O uruguaio atraiu interesse do Atlético de Madrid, que tentou contratá-lo na janela de transferências de janeiro. No fim, os dois clubes não conseguiram chegar a um acordo. Cavani queria ir para o Atlético, onde seria treinador por Simeone. Agora, livre no mercado, se torna um reforço importante para muitos clubes. Cavani já foi especulado no Manchester United, Internazionale e também no Napoli, seu ex-clube. O Inter Miami é outro clube que já se interessou por Cavani e estar sem contrato pode facilitar o processo.

Tanto Cavani quanto Thiago Silva irão finalizar a temporada com o PSG. A Ligue 1 foi encerrada antecipadamente, mas a Champions League será retomada em agosto. O clube tem a imensa pretensão de conquistar o título e contar com o melhor dos jogadores.