Emmanuel Adebayor estreou com a camisa do Olimpia neste domingo. E a primeira partida do togolês não seria uma ocasião qualquer: ele conheceu logo de cara qual o ambiente do superclássico contra o Cerro Porteño. Os rivais se enfrentaram dentro do Estádio Manuel Ferreira, casa olimpista, pelo Torneio Apertura do Campeonato Paraguaio. Adebayor substituiu Roque Santa Cruz e atuou durante todo o segundo tempo. Porém, não conseguiu fazer a diferença, em empate por 1 a 1 que não ajudou ninguém.

Este foi o segundo clássico consecutivo realizado no Estádio Manuel Ferreira. Tradicionalmente, a partida acontece no Defensores del Chaco, com arquibancadas divididas. Contudo, após a reconstrução recente da Olla Azulgrana, o Cerro Porteño resolveu quebrar a regra em agosto e exercer o seu mando de campo. Em resposta, o Olimpia também levou o dérbi de volta à sua velha casa três meses depois. Os franjeados repetiram a medida neste domingo, com direito à inauguração de um novo “setor VIP” de cadeiras mais próximas ao gramado.

Os gols aconteceram no primeiro tempo, antes da entrada de Adebayor. O Cerro Porteño abriu o placar aos 21 minutos, com uma cabeçada do atacante Diego Churín. O empate do Olimpia veio aos 33, com outra novidade da temporada: Derlis González. Após receber o passe de Rodrigo Rojas, o ex-santista dominou e bateu no canto do goleiro. Adebayor não pôde ouvir a ovação da torcida ao entrar após o intervalo, suplantando o lesionado Santa Cruz, mas quase resolveu o clássico nos acréscimos do segundo tempo. Em sua melhor chance, cabeceou com liberdade um cruzamento da direita. A bola passou muito perto do ângulo. O veterano lamentou o erro por centímetros.

Os rivais terão que correr atrás do prejuízo no Apertura. A liderança é do Libertad, com 16 pontos, enquanto o Guaraní ocupa a segunda colocação. Cerro e Olimpia vêm logo abaixo, ambos com 11 pontos. Adebayor poderá ganhar nova chance no próximo sábado, quando o Rey de Copas enfrentará o Nacional Querido. Já a estreia dos franjeados na Libertadores está marcada para 4 de março, uma quarta-feira, encarando o Delfín fora de casa.