A rivalidade entre Juventus e Fiorentina parte muito mais do lado violeta da história. Há um acúmulo de ranços por parte dos florentinos, sobretudo pelo contestado final da temporada 1981/82 na Serie A e pela venda de Roberto Baggio à Velha Senhora. Neste sábado, mais algumas cenas condenáveis se deram no Estádio Artemio Franchi – com destaque negativo às pichações ofendendo as vítimas de Heysel e a morte do ídolo bianconero Gaetano Scirea. Por outro lado, os juventinos mostraram que é possível fazer diferente. Prestaram seus tributos a Davide Astori, capitão da Viola que faleceu na última temporada.

Uma das cenas mais tocantes no funeral de Astori foi a chegada dos jogadores da Juventus, respeitados pela torcida da Fiorentina. E não seria diferente desta vez. Antes que a bola rolasse no Artemio Franchi, Giorgio Chiellini levou flores violetas à curva, ao lado de outros jogadores da equipe. Uma lembrança àquele que, além de um colega de profissão, também foi seu companheiro na defesa da seleção italiana. Já nas arquibancadas, a torcida bianconera puxou cânticos gritando o nome de Astori no setor visitante.

“Era o mínimo que podia fazer. Carrego comigo para sempre o sorriso de Davide. Era sempre um rapaz sorridente, cheio de alegria. Quando estava em Milão com a seleção, eu pude me encontrar os seus irmãos e foi emocionante. Não posso nem imaginar a dor deles, mas compartilhar pode ajudá-los a seguir em frente. O buquê foi importante para mostrar a estima por Astori. A curva não nos vaiou porque sabia que iríamos fazer isso. Foi um belo clima neste momento”, declarou Chiellini.

Pavel Nedved, por sua vez, avaliou o lado negativo da noite: “Em um dia no qual colocamos flores em homenagem ao capitão da Fiorentina, ver a memória dos nossos torcedores e do nosso capitão histórico sendo profanada desta maneira é triste. É angustiante, um mau exemplo e vergonhoso. Esse tipo de atitude, infelizmente, não é algo a ser resolvido apenas pela Fiorentina, mas está em todos os estádios do país”. Que os bons exemplos prevaleçam.