Classificada à Eurocopa, a Alemanha tratou de encerrar sua campanha com uma vitória sonora. A Irlanda do Norte tentou surpreender em Frankfurt, ao abrir o placar logo nos primeiros minutos. No entanto, o que se viu depois disso foi um massacre do time de Joachim Löw. O Nationalelf goleou por 6 a 1, garantindo também seu lugar como cabeça de chave na Euro 2020. Show mais uma vez comandado por Serge Gnabry, autor de um hat-trick. Leon Goretzka é outro que aproveita o momento, com dois tentos. Já o refinamento ficou por conta de Toni Kroos, orquestrando os ataques com suas bolas longas.

Löw realizou algumas modificações na sua equipe titular em relação à vitória sobre Belarus. O time começou no ataque, mas viu a Irlanda do Norte inaugurar o marcador em seu primeiro lance ofensivo. Michael Smith chutou de longe e mandou no cantinho de Marc-André ter Stegen. O lance serviu para acordar os germânicos, que partiram com tudo para cima. Depois de alguns lances perigosos, o empate saiu aos 19. Jonas Hector cruzou e Gnabry fez o seu primeiro. Dominou e girou bonito, vencendo o goleiro Bailey Peacock-Farrell.

A Alemanha diminuiu um pouco o ritmo depois disso, mas conseguiu virar antes do intervalo. Hector encontrava muita liberdade pela esquerda e, aos 43, recebeu um lançamento magnífico de Toni Kroos. O lateral cruzou e Gnabry não conseguiu completar, mas Goretzka chegou de carrinho, desviando para dentro. A bola beijou a trave antes de passar a linha. Por fim, o segundo tempo serviu para a marcação da Irlanda do Norte afrouxar e a Mannschaft surrar os visitantes.

Lukas Klostermann foi o garçom no terceiro, aos dois minutos, para Gnabry resolver mais uma vez com uma ótima finalização. Aos 15, em outra jogada iniciada com um lançamento de Kroos, Julian Brandt descolou um passe na medida para Gnabry invadir a área e vencer a marcação, antes de definir. Goretzka aproveitou um rebote na meia lua e anotou o quinto com um chute no canto, aos 28. Por fim, Brandt se juntou à festa nos acréscimos. Kroos estava impossível e deu mais um lançamento espetacular, por elevação. O ponta arrancou, pedalou e mandou na gaveta. Noite de gala.

A Alemanha é um time que ganha nova cara, especialmente pelos jogadores que ascendem na equipe nacional. Não se duvida, porém, de seu potencial. Com uma dupla de volantes formada por Joshua Kimmich e Toni Kroos, há a base de uma equipe competitiva. Contam com outros jovens com fome de sucesso, a exemplo de Gnabry, que encerrou a campanha nas Eliminatórias da Euro com oito gols em oito rodadas. Depois das decepções vividas em 2018, na Copa e na Liga das Nações, o Nationalelf deixa impressões positivas rumo à Eurocopa. Cresceu na campanha classificatória e, no fim das contas, terminou à frente da Holanda no Grupo C.

Classificações Sofascore Resultados