A reta final

Chega março, e a temporada do futebol inglês entra em sua etapa decisiva. Nos próximos dois meses e meio, conheceremos quem ficará com os três títulos mais importantes do ano, quais equipes se classificarão para as copas européias e quem serão os rebaixados.

Pensando nisso, elaboramos um rápido guia, apresentando a situação atual de cada um dos 20 times da Premier League, divididos em três blocos: os quatro ‘grandes’, o segundo escalão e os que brigam para não cair.

Os quatro grandes

Arsenal
Resultados em fevereiro: 2V, 2E, 1D
Ambiente interno: Em geral bom, mas sofreu um baque com a contusão de Eduardo
Pontos fortes e fracos: É o ‘grande’ que sofre menos pressão. Tem um time jovem, que joga bonito, mas pragmático e experiente o bastante para superar situações difíceis. Por outro lado, não parece ter um elenco grande o bastante para tocar duas competições ao mesmo tempo e sente a falta de um líder dentro de campo.
Situação: O Arsenal vem fazendo campanha irrepreensível na temporada até o momento. A dificuldade está em escolher entre o Inglês e a Liga dos Campeões – se tentar ficar com os dois títulos, os Gunners podem perder ambos. Esse dilema pode acabar se acontecer o esperado e o time for derrotado pelo Milan na LC. Se não se abater, é favorito para ser campeão inglês.

Manchester United
Resultados em fevereiro: 2V, 2E, 1D
Ambiente interno: Bom, sem problemas significativos
Pontos fortes e fracos: No momento, o United certamente tem o melhor elenco na Inglaterra, equilibrando craques e coadjuvantes, jovens e veteranos. O desafio é a pressão de conciliar três competições, sabendo que não pode simplesmente abrir mão de nenhuma delas.
Situação: O problema dos Red Devils é parecido com o do Arsenal. Embora o Manchester tenha mais opções no elenco, ele está na briga por três títulos. E o que é pior: deve ir até as rodadas finais nos três. Na temporada passada, o United não agüentou o tranco e acabou caindo fora da LC e perdendo a final da FA Cup. É difícil prever o desfecho desta vez, mas não parece provável que a equipe consiga a Tríplice Coroa. Se vier só o título da Liga dos Campeões – ou mesmo do Campeonato Inglês – já está de bom tamanho.

Chelsea
Resultados em fevereiro: 1V, 3E, 1D
Ambiente interno: Bastante instável. Terry e Lampard se envolveram em discussões com a comissão técnica, e o elenco em geral começa a mostrar insatisfação
Pontos fortes e fracos: O elenco do Chelsea é forte e tem mais opções de qualidade no banco de reservas do que qualquer outro time. No entanto, não conta com nenhum craque em bom momento e apresenta muitas incertezas para o futuro.
Situação: Teoricamente, o Chelsea ainda briga por três títulos. Só que uma conquista do Campeonato Inglês ou da Liga dos Campeões seria considerada uma surpresa, no contexto atual. As chances da equipe dependem de seus principais jogadores acordarem – coisa que não fizeram até agora.

Liverpool
Resultados em fevereiro: 3V, 1E, 1D
Ambiente interno: O time sofre intensa pressão, e qualquer derrota pode iniciar uma crise
Pontos fortes e fracos: O Liverpool tem desempenho impressionante na Liga dos Campeões e é favorito para avançar às quartas-de-final. O elenco é bom, mas não está no nível dos melhores da Europa – nem de Arsenal e Manchester United.
Situação: O Liverpool aposta todas as fichas na Liga dos Campeões – e tem chance de surpreender mais uma vez. Trata-se, no entanto, de uma aposta arriscada, já que a equipe não tem nenhuma margem de folga na briga pelo quarto lugar da Premier League. A quase certa saída de Benítez no fim da temporada também não ajuda.

Segundo escalão

Everton
Resultados em fevereiro: 4V, 1E, 0D
Situação: O Everton foi o time que teve melhores resultados em fevereiro, e não é absurdo sonhar em beliscar uma vaga na Liga dos Campeões. No entanto, o elenco do time é bastante limitado, o que pode complicar muito a vida da equipe, que segue viva também na Copa Uefa. Se não souber priorizar as coisas, corre risco de ter que disputar a Copa Intertoto na próxima temporada.

Aston Villa
Resultados em fevereiro: 2V, 0E, 1D
Situação: Embora tenha, talvez, o elenco mais fraco entre os postulantes a vagas em copas européias, o Villa conta com a vantagem de poder se concentrar exclusivamente na Premier League. O time vem em boa fase e, se garantir vaga na próxima Copa Uefa, a temporada pode ser considerada um sucesso.

Portsmouth
Resultados em fevereiro: 3V, 1E, 0D
Situação: O Portsmouth parecia carta fora do baralho, mas se recuperou bem em fevereiro, graças a três vitórias seguidas por 1 a 0. A equipe também está na Copa da Inglaterra, mas deve se despedir da competição rapidinho, já que seu próximo adversário é o Manchester United.

Manchester City
Resultados em fevereiro: 1V, 0E, 2D
Situação: Parecia o time mais forte do segundo escalão, mas vem fazendo campanha fraca em 2008: há 10 rodadas, era o quarto colocado; agora, ocupa a oitava posição. Possui elenco para conseguir uma vaga na Copa Uefa, mas tem que dar um jeito de reverter a má fase.

Blackburn
Resultados em fevereiro: 1V, 1E, 1D
Situação: Os Rovers são uma incógnita. É difícil imaginar que consigam um lugar nas copas européias, mas a tabela os autoriza a sonhar, já que estão a apenas cinco pontos do sexto lugar. Sem pressão nem distrações, podem até surpreender – mas são zebra.

West Ham
Resultados em fevereiro: 1V, 1E, 1D
Situação: O West Ham é o time mais discreto desta temporada: desde a oitava rodada, oscila entre o nono e o 11º lugar. Como o Blackburn, pode aproveitar a pouca atenção dada a ele para surpreender e beliscar um lugar na Copa Uefa – está a sete pontos da zona de classificação, com um jogo disputado a menos. No entanto, o mais provável é que acabe no meião da tabela mesmo.

Tottenham
Resultados em fevereiro: 3V, 2E, 0D
Situação: O Tottenham já cumpriu seu objetivo nesta temporada, ao vencer a League Cup. Mas pode ir além, pois está nas oitavas-de-final da Copa Uefa e tem time para fazer bonito no torneio. Campeonato Inglês? Não interessa mais.

Rebaixamento

Derby
Resultado em fevereiro: 0V, 1E, 2D
Situação: Já está rebaixado. Agora, é só brigar para não fazer a pior campanha de toda a história do Campeonato Inglês. Precisa de mais sete pontos para isso – e não deve conseguir.

Fulham
Resultados em fevereiro: 1V, 0E, 2D
Situação: O time de Craven Cottage dá toda a pinta de que vai ser rebaixado. Quando está perto de ganhar ou empatar um jogo, toma um gol no final. Encheu o elenco de jogadores velhos e/ou meia-boca, não tem conjunto nem orientação. Pode até surpreender, já que está a apenas quatro pontos de sair da zona da degola, mas é grande favorito para cair junto com o Derby.

Reading
Resultados em fevereiro: 0V, 0E, 3D
Situação: Os Royals vinham fazendo campanha relativamente tranqüila, mas afundaram em fevereiro – foram o único time da Premier League a perder todos os jogos no mês, o que os colocou na zona de rebaixamento. É uma tendência para o fim da temporada ou só uma má fase? A resposta dessa pergunta determinará se a equipe vai cair ou não.

Birmingham
Resultados em fevereiro: 0V, 3E, 0D
Situação: O Birmingham é a maior incógnita da briga contra o rebaixamento. Até seu retrospecto recente é ambíguo – está há nove jogos sem vencer, mas, desses, cinco foram empates (incluindo duas igualdades com o Arsenal). O elenco dos Blues não é bom, mas, com bastante empenho e um pouco de sorte, dá para se salvar.

Bolton
Resultados em fevereiro: 2V, 1E, 2D
Situação: A princípio, o Bolton tem time para escapar com folga do rebaixamento, e seu desempenho recente (embora não seja nenhuma maravilha) atesta isso. O que pode complicar a equipe é sua participação na Copa Uefa, que vai desgastar os jogadores, em um elenco que não tem grandes opções.

Sunderland
Resultados em fevereiro: 1V, 0E, 2D
Situação: No sufoco, parece que Roy Keane vai conseguir evitar que o Sunderland caia de volta para a segunda divisão. De fato, há pelo menos três times piores que os Black Cats. Mas o trabalho ainda não acabou: a equipe ainda está perto da zona de rebaixamento e não pode deixar o ritmo cair.

Wigan
Resultados em fevereiro: 2V, 0E, 1D
Situação: Depois de um período negro na metade da temporada, o Wigan está se recuperando e parece que vai se salvar. No entanto, não se pode esquecer que seu elenco é bem fraco, e os quatro pontos que separam a equipe da zona de rebaixamento podem sumir rapidinho.

Newcastle
Resultados em fevereiro: 0V, 1E, 2D
Situação: O Newcastle não deveria nem estar pensando em rebaixamento. O lugar da equipe é no segundo escalão, pensando em Copa Uefa. Mas, se com Sam Allardyce o desempenho dos Magpies era fraco, com Kevin Keegan vem sendo patético. O Newcastle é um dos três piores times do segundo turno e, se não jogar um pouco de futebol, pode sim ser rebaixado.

Middlesbrough
Resultados em fevereiro: 2V, 2E, 1D
Situação: O Boro parece estar a salvo do rebaixamento. Basta ganhar dois ou três jogos para poder relaxar de vez. A cabeça da equipe, na verdade, está na Copa da Inglaterra, onde faltam só duas vitórias (uma delas contra o Cardiff) para o time garantir uma inesperada vaga na próxima Copa Uefa.

CURTAS

– Já que estamos dando um panorama geral da Inglaterra, vale uma olhada rápida também na segunda divisão, para ver quem pode subir.

– A disputa pelos primeiros lugares está bastante embolada, entre Stoke, Bristol City e Watford. Dois deles devem conseguir subir direto.

– West Brom, Plymouth, Charlton, Ipswich, Hull, Burnley e Wolverhampton devem brigar pelas três vagas remanescentes no ‘playoff’ de acesso.

– Na Escócia, não há grandes surpresas: o Rangers lidera, mas pode ser perfeitamente alcançado pelo Celtic. Os outros estão a quilômetros de distância.

– Uma vaga na Copa Uefa deve ficar com o Motherwell (via campeonato). A outra está totalmente em aberto: dependendo do sorteio da Copa da Escócia, pode acabar até com um time da segunda divisão.

– No rebaixamento, parece difícil que o Gretna se salve. Para o lugar dele, deve subir o Hamilton ou o Dundee.

– Neste mês de março, vou estar de férias. Nas próximas três semanas, outros colunistas da Trivela ocuparão este espaço. No começo de abril, estarei de volta. Até lá!