O clássico deste domingo aconteceu em Anfield, mas, nas tribunas do estádio do Liverpool, estavam presentes alguns personagens históricos do Manchester United. Bobby Charlton aparecia ao lado de Ed Woodward, homem forte da direção dos Red Devils. E em outro canto das arquibancadas figurava Sir Alex Ferguson, recuperado de um grave problema de saúde ocorrido no primeiro semestre, mas já de volta à sua rotina de torcedor ilustre. À rotina de torcedor maltratado pelo péssimo futebol apresentado pela equipe de José Mourinho.

“Não demita Mourinho”, era o cântico que se ouvia em uníssono dos anfitriões em Anfield. A quem permaneceu 27 anos à frente do United, deve ser difícil escutar uma brincadeira como esta. Nos poucos segundos em que apareceu na transmissão oficial da Premier League, Fergie não escondeu sua incredulidade com a atuação apática dos Devils, atropelados muito além do que os 3 a 1 no placar podem indicar. Rápidos instantes, mas imensamente representativos sobre o que ocorre em Manchester.