A primeira convocação surpreendeu tanto Ander Herrera que ele pensou ser pegadinha de De Gea

O meio-campista foi chamado às pressas, enquanto curtia a folga em Madri, para participar dos jogos contra Itália e Albânia

Apesar da carreira respeitável, Ander Herrera ganhou sua primeira convocação à seleção principal só agora. Mesmo o sucesso no Athletic Bilbao não rendeu uma chance anterior no concorrido meio-campo da Espanha. E o jogador do Manchester United precisou ser chamado às pressas, depois dos cortes de Thiago Alcântara e Saúl Ñíguez. Foi pego tão desprevenido que pensou que tudo não passava de uma brincadeira de David de Gea, incumbido pelo técnico Julen Lopetegui de avisar seu companheiro de clube.

“Eu estava em Madri e iria passar alguns dias em um hotel com minha filha e minha namorada, para aproveitar a cidade e o clima que perdi um pouco na Inglaterra. David me chamou inesperadamente. Ele mandou na mensagem: ‘Venha para cá’. Mas eu nem sabia onde era ‘cá’, eu não percebi no momento. ‘Lopetegui disse a mim que você se juntará a nós’. Pensei que fosse uma piada e até perguntei para ele. Peguei meu terno rapidamente e, então, Lopetegui me chamou. Tomei um táxi para chegar ao centro de treinamento da seleção o mais rápido possível, porque não queria que outro jogador pudesse chegar antes de mim”, contou Herrera, em tom de piada.

Como estava a passeio em Madri, Herrera não foi acompanhado de suas ‘ferramentas de trabalho’. Por isso mesmo, ganhou permissão da comissão técnica para deixar o CT por alguns minutos: precisava comprar um par de chuteiras. E lá foi um felizardo vendedor atender um jogador da seleção em sua loja.

Embora esta seja sua primeira convocação, Herrera já defendeu as seleções sub-20 e sub-21 da Espanha, além de ter disputado os Jogos Olímpicos em 2012. “Além de conhecê-lo do Manchester United, eu já estive nas seleções de base com De Gea por um longo tempo. Somos grandes amigos. Ele tem sido como um guia aqui, mas eu conheço vários jogadores das seleções de base e a recepção é natural. Eles querem te fazer sentir como parte do grupo muito rapidamente”, declarou.

Por fim, o meio-campista de 27 anos ressaltou a importância da oportunidade para si: “Nunca se perde a esperança de representar seu país e sua seleção. É verdade que eu tive algumas decepções, porque vinha jogando em bom nível por um longo tempo. Sei que eu estava nos planos de Del Bosque, mas nunca apareci na lista. Agora, tenho a chance e sou eu quem preciso provar que quero que isso continue”. A Espanha enfrentará Itália e Albânia, em jogos válidos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo.

Chamada Trivela FC 640X63