Mais uma rodada de La Liga, mais um tropeço do Valencia. Os Ches permanecem em sua espiral e amargaram a quarta rodada consecutiva sem vitória. Se o empate por 2 a 2 contra o Granada serve de “consolo” por interromper uma série de três derrotas, não ajuda em nada pensar que os valencianos cederam o resultado no Estádio Nuevo Los Cármenes durante os minutos finais. Gonçalo Guedes até merece um pequeno destaque por seu lindo gol, mas não é isso que atenua a crise vivida no Mestalla, sobretudo por conta dos desmandos do presidente Peter Lim.

Os gols na Andaluzia saíram todos durante o segundo tempo. Carlos Fernández abriu o placar ao Granada cobrando pênalti, aos 16. Manu Vallejo empatou ao Valencia dois minutos depois, após passe de Denis Cheryshev. Já a pintura de Gonçalo Guedes saiu aos 23. Depois de um lindo pivô de Gabriel Paulista na área, o lusitano acertou um pombo-sem-asa de fora, chutando de primeira. Mas a maré não anda boa aos valencianos e o pesar veio aos 41. Em cobrança de falta frontal, a barreira abriu e Jasper Cillessen não teve como evitar o gol de Fede Vico.

O Valencia estaciona na tabela e aparece na modesta nona colocação, podendo ver a concorrência se desgarrar ainda mais. Está empatado com o Granada, logo abaixo, em décimo. Também neste sábado, o Valladolid venceu o Alavés por 1 a 0 e se distanciou um pouco da zona de rebaixamento. Joaquín Fernández anotou o gol já nos minutos finais. O Celta, por sua vez, perdeu a chance de se tranquilizar mais. Com um gol de Nolito, batia o Betis até os 34 do segundo tempo, quando Zouhair Feddal determinou o empate por 1 a 1. Os quatro times estão na parte inferior da classificação, mas não tão ameaçados, com o Z-3 bem definido no momento.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore