Apenas uma hecatombe pode evitar o acesso do Norwich City à Premier League. Os Canários passaram toda a campanha da Championship brigando pela liderança, especialmente com o Leeds United. No entanto, enquanto o rendimento dos Whites cai e eles veem seu posto ameaçadíssimo pelo Sheffield United, os auriverdes ficam muito próximos de carimbar a promoção à elite. Restando três rodadas para o fim da segundona, o Norwich possui cinco pontos de vantagem na primeira colocação. O resultado desta sexta-feira até poderia ser melhor, considerando o empate em casa com o Sheffield Wednesday. Todavia, a torcida em Carrow Road viveu um instante apoteótico, que certamente ficará na memória em caso de título. O gol decisivo no empate por 2 a 2 aconteceu aos 52 do segundo tempo, numa cobrança de falta irrepreensível de Mario Vrancic.

O duelo em Carrow Road teve outras emoções. Marco Stiepermann abriu o placar ao Norwich aos 19 minutos, num chute rasteiro de fora da área. O empate do Wednesday aconteceu aos 33, numa pintura de Fernando Forestieri. O italiano brigou pela bola na intermediária e resolveu soltar o petardo, sem chances de defesa para Tim Krul. O drama da torcida da casa aumentou no início do segundo tempo, graças ao interminável Steven Fletcher, que virou às Corujas. Pois quando parecia que os Canários desperdiçariam pontos vitais, Vrancic evitou o pior. A torcida estava bastante apreensiva, mas explodiu no momento em que viu a cobrança perfeita do camisa 8. Ele mandou por cima da barreira, (com o perdão do trocadilho) matando a coruja na meta de Cameron Dawson. Foi o alívio por deixar os auriverdes um pontinho mais próximos da Premier League.

Caso vença ao menos um de seus últimos três jogos, o Norwich praticamente confirma o acesso. Apesar da sequência de três empates nas últimas rodadas, mantém o favoritismo. A briga maior ficará para a segunda vaga. O Sheffield United derrotou o Nottingham Forest por 2 a 0. Tomou a vice-liderança, com a colaboração do Leeds United. O time de Marcelo Bielsa recebia o Wigan em Elland Road. Ficou em vantagem numérica aos 14 minutos, após a expulsão de Cedric Kipre, e, apesar do pênalti perdido por Pablo Hernández, abriu o placar logo em seguida com Patrick Bamford. Mas, acredite, os Latics buscaram a virada, com dois tentos de Gavin Massey. A imprensa inglesa avalia esta como a pior atuação dos Whites na campanha, enquanto os visitantes conquistaram pontos vitais para se distanciarem da zona de rebaixamento. Ambos os concorrentes à promoção somam 82 pontos, mas o Sheffield United possui seis gols a mais no saldo que o Leeds. Será uma corrida emocionante.