O Mundial Sub-20 viveu uma partida histórica nesta quinta-feira. Noruega e Honduras faziam um jogo que não chamava tanta atenção, válido pela fase de grupos da competição realizada na Polônia. Todavia, o confronto terminou com um placar assombroso. Os noruegueses venceram o duelo por escandalosos 12 a 0. O mais impressionante, todavia, nem é o placar em si. Centroavante da equipe escandinava, Erling Braut Haland anotou absurdos NOVE GOLS – desculpem, mas isso merece letras garrafais. É o maior placar já registrado na história da competição e também o maior número de gols assinalados por um mesmo jogador. Tão surreal que até cria suspeitas, pela maneira como os hondurenhos foram arrebatados.

Honduras chegou à última rodada com duas derrotas, mais econômicas: foram vencidos por 5 a 0 diante da Nova Zelândia e tomaram de 2 a 0 contra o Uruguai. Enquanto isso, a Noruega havia perdido os dois jogos anteriores e, se quisesse se candidatar aos mata-matas, precisava de saldo. Haland cumpriu a missão. O centroavante fez quatro dos cinco gols no primeiro tempo, além de mais cinco no segundo. Chama atenção, obviamente, a maneira como a linha de zaga hondurenha estava exposta e a falta de qualidade do goleiro. Os lances de Haland foram de oportunismo, definindo em um ou dois toques. Os centro-americanos, para piorar, ainda tiveram dois expulsos. Curioso é que, mesmo com os três pontos, os escandinavos correm o risco de não passar entre os melhores terceiros colocados. Precisam esperar os resultados de sexta.

Segundo dados do MisterChip, esta foi a segunda maior goleada de uma competição internacional organizada pela Fifa – seja ela feminina ou masculina, independentemente da categoria. Só fica atrás dos 13 a 0 da Espanha sobre a Nova Zelândia no Mundial Sub-17 de 1997. Iker Casillas e Xavi faziam parte daquela equipe espanhola. Além disso, em competições intercontinentais, somente os Jogos Olímpicos tiveram atletas que superaram os nove gols de Haland. O dinamarquês Sophus Nielsen (contra a França, em 1908) e o alemão Gottfried Fuchs (contra a Rússia, em 1912) assinalaram dez tentos cada.

E os nove gols, por mais que valorizem o nome de Haland, não devem render uma transferência ao novo artilheiro do Mundial. Após anotar 12 gols em 25 partidas na última edição do Campeonato Norueguês, vestindo a camisa do Molde, ele havia sido comprado pelo Red Bull Salzburg no início do ano. Os Touros Vermelhos pagaram €5 milhões pelo centroavante e o utilizaram pouco neste primeiro semestre, com um gol em duas aparições pela Bundesliga austríaca. Deve ser mais utilizado na próxima campanha, especialmente após a venda de Munas Dabbur ao Sevilla. Os nove gols são um ótimo cartão de visitas.