Campanha satisfatória na Serie A 2016/17, vice-campeonato na Copa da Itália, conquista na Supercopa. A Lazio atravessa um ótimo momento sob as ordens de Simone Inzaghi. Começou bem o Campeonato Italiano, especialmente pela goleada sobre o Milan na terceira rodada. E também apresentou suas credenciais na Liga Europa. Os biancocelesti tinham um dos desafios mais difíceis desta primeira rodada. Visitavam o Vitesse na Holanda, diante de uma torcida empolgada pela primeira participação continental de seu clube. Os aurinegros por duas vezes estiveram em vantagem. Ainda assim, os laziali voltam para casa com os três pontos, graças à virada por 3 a 2.

O Vitesse terminou o primeiro tempo na frente. O rodado Tim Matavz marcou o gol que botava os holandeses na dianteira. Marco Parolo empatou logo no início do segundo tempo, em chute de primeira na entrada da área, mas a Lazio mal pôde comemorar, quando Bryan Linssen recolocou os anfitriões em vantagem no placar. A perseverança dos biancocelesti, todavia, pesou – especialmente pelas jogadas bem trabalhadas coletivamente, botando os aurinegros na roda. O segundo ficou por conta de Ciro Immobile, depois que Felipe Caicedo ajeitou de calcanhar. Já o salvador foi Alessandro Murgia, em bola que a zaga na afastou e ele fuzilou.

Sem gastar muito no mercado de transferências, a Lazio ampliou o seu elenco principalmente em negócios de ocasião, como Lucas Leiva, Caicedo e Nani. Em contrapartida, a diretoria fez alguns milhões com as vendas de Keita Baldé, Lucas Biglia e Wesley Hoedt. A aposta dos biancocelesti está mais no trabalho de Inzaghi do que em peças específicas. E, ao menos por estes primeiros resultados, a confiança se renova sobre o treinador, um dos mais promissores da Europa neste momento.

Agora, resta saber se a Lazio, enfim, dará voos mais altos na Liga Europa. Os biancocelesti estão entre os times que mais participaram do torneio no atual formato, com seis aparições na fase de grupos desde 2009/10. Porém, nem sempre deram a maior importância e, no máximo, tiveram uma aparição nas quartas de final, em 2012/13. Considerando que a concorrência na Serie A estará mais pesada nesta temporada, até pelos investimentos de Milan e Internazionale, dar um pouco mais de atenção ao cenário continental pode ser uma boa pedida. O bom começo indica isso.