A derrota na Supercopa Italiana serviu de aviso, mas não tirou a Juventus de sua rota vitoriosa na Serie A. Os bianconeri começaram o ano com uma boa goleada, ao derrotarem o Cagliari por 4 a 0 dentro do Allianz Stadium. Os visitantes fazem uma campanha notável e dificultaram o jogo durante a maior parte do tempo. No entanto, os juventinos foram letais durante a etapa final, com grande participação de Cristiano Ronaldo. O craque resolveu quando preciso, com três gols e uma assistência, em seu primeiro hat-trick pela Serie A.

A Juventus veio com algumas opções interessantes no time titular. Merih Demiral se manteve no miolo da zaga, com Matthijs de Ligt no banco, enquanto Adrien Rabiot foi alternativa no meio-campo, deixando Aaron Ramsey mais solto na ligação. Além disso, Gonzalo Higuaín começou no banco, com a dupla de ataque formada por Cristiano Ronaldo e Paulo Dybala. A formação, todavia, não gerou resultado de imediato.

A Juventus dominou o jogo durante todo o primeiro tempo. Contudo, os bianconeri encontraram dificuldades para romper a forte marcação do Cagliari e criar oportunidades mais claras. Apesar das muitas finalizações, faltava um pouco mais de tranquilidade na hora de arrematar. Olsen chegou a fazer uma ótima defesa contra Cristiano Ronaldo, em lance que acabou anulado por impedimento. Já a melhor jogada veio com Demiral, completando de cabeça uma cobrança de escanteio, em bola que triscou o travessão.

Na saída ao intervalo, a Juventus ouviu vaias de seus torcedores. E foi bem mais eficiente para construir a vitória no segundo tempo, se aproveitando dos erros do Cagliari. O primeiro gol saiu aos quatro minutos, num péssimo passe de Ragnar Klavan. Cristiano Ronaldo roubou a bola na meia-lua e driblou Olsen, antes de mandar para dentro. Os visitantes não se abalaram e quase arrancaram o empate, quando Giovanni Simeone cabeceou uma bola na gaveta, que Wojciech Szczesny teve trabalho para salvar. De qualquer maneira, a sorte estava com os juventinos, que cresceram e viram Dybala infernizar a vida da marcação adversária, exigindo ainda ótima defesa de Olsen na sequência.

O segundo saiu aos 22, a partir de um pênalti sobre Dybala. Ronaldo deslocou Olsen e converteu. Já no final, com o Cagliari tentando se posicionar mais à frente, a Juventus teve espaço para atacar em velocidade e construiu a goleada. As entradas de Higuaín e Douglas Costa ajudaram. O argentino se encarregou do terceiro tento, aos 36, ao receber o lançamento de Cristiano Ronaldo e executar o chute rasteiro que desviou na marcação. Por fim, um minutos depois, Douglas Costa disparou e passou a Ronaldo. O camisa 7 dominou e chutou por baixo do arqueiro, completando sua tripleta.

Os últimos minutos do jogo seguiram abertos, com os dois times dispostos a balançar as redes. A Juve criou mais, com Higuaín vendo uma bola salva na hora exata e Douglas Costa reclamando de um pênalti. Já do outro lado, o Cagliari pressionou e João Pedro carimbou a trave, no que seria o gol de honra de sua equipe.

A Juventus permanece em sua briga cabeça a cabeça com a Internazionale e dá um passo à frente na disputa pela liderança. A Velha Senhora chega aos 45 pontos, três a mais que os nerazzurri. A equipe de Antonio Conte fecha a segunda-feira na Serie A com o duelo ante o Napoli, no Estádio San Paolo. Já o Cagliari permanece em sexto, com 29 pontos, a seis de alcançar a zona de classificação à Champions League.

Classificações Sofascore Resultados