Distante da Juventus na luta pela liderança, a Internazionale também está bastante tranquila na zona de classificação à Champions. Seu campeonato, nesta reta final da Serie A, é secar a Velha Senhora e tentar encurtar as distâncias. Mas não ajuda ceder uma derrota como a ocorrida neste domingo, dentro do próprio San Siro. A virada sofrida para o Bologna é uma sucessão de erros, com direito a um pênalti perdido, um gol tomado quando se tinha um jogador a mais e uma expulsão antes do tento fatal dos adversários. No fim, o placar de 2 a 1 sai muito amargo aos nerazzurri, que vinham de uma boa sequência neste reinício da liga.

Depois da goleada por 6 a 0 sobre o Brescia, esperava-se que a Inter pudesse conquistar uma vitória confortável sobre o Bologna, ainda mais com os retornos de Christian Eriksen e Romelu Lukaku à equipe titular. A partida começou dentro dos planos dos interistas. Lukaku teve um gol anulado, até conseguir abrir o placar aos 22 minutos. Depois de uma cabeçada de Lautaro Martínez que bateu na trave, o centroavante estava atento no meio da área para completar o rebote. Ashley Young quase ampliou num golaço, parando numa ótima defesa de Lukasz Skorupski, embora Samir Handanovic também tenha evitado o empate do outro lado, no mano a mano com Riccardo Orsolini.

Pouco depois de Skorupski aparecer novamente para barrar Antonio Candreva, Moussa Barrow acertou a trave de Handanovic no início do segundo tempo e deu um aviso. Mas a situação parecia mesmo favorecer a Inter quando Roberto Soriano foi expulso aos 12 minutos, com um vermelho direto por reclamação. E os nerazzurri poderiam ter ampliado a vantagem aos 16, em pênalti para Lautaro Martínez cobrar. Skorupski acertou o canto e espalmou o chute, além de ter pegado também o rebote de Roberto Gagliardini, que mandou em cima do goleiro. A partir de então, a maré mudaria ao Bologna – impulsionado pela ótima entrada do garoto Musa Juwara, ponta gambiano de 18 anos que sequer atuou como titular nos rossoblù.

Após Handanovic já fazer uma boa defesa contra Juwara, o empate saiu aos 29 minutos, em cortesia de Gagliardini. Uma furada bisonha do italiano permitiu que Juwara batesse livre na área, acertando o canto do goleiro. Como se não bastasse, Alessandro Bastoni recebeu o segundo amarelo três minutos depois, por uma falta sobre Juwara, deixando a Inter também com dez. Já a pá de cal veio aos 35, num ataque rápido do Bologna, que valeu a virada. Nicolás Domínguez conectou Musa Barrow por trás da zaga e ele bateu rasteiro. Conte realizou quatro substituições nos dez minutos finais, mas a tentativa de pressão não evitaria o desastre. Alexis Sánchez falhou nas duas melhores oportunidades, mas Handanovic ainda evitaria o terceiro dos rossoblù.

A Internazionale desperdiça a chance de encostar na vice-líder Lazio. Os biancocelesti somam 68 pontos, quatro a mais que os interistas, com 64. A Juventus, soberana na ponta, tem 75 pontos. E quem pode colar nos nerazzurri é a Atalanta, voando baixo neste recomeço da Serie A. O Bologna é o nono colocado, com 41 pontos, e ainda tem condições de brigar por uma vaga na Liga Europa, a cinco pontos da zona de classificação.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore