A vida no Milan não anda muito boa e este sábado não trouxe notícias melhores para os torcedores rossoneri passarem o Natal. O time perdeu por 1 a 0 da Fiorentina, mesmo jogando em casa, no San Siro. O autor do gol é um dos mais badalados jogadores do time de Florença, o atacante Federico Chiesa, em um belo chute de fora da área.

LEIA TAMBÉM: Roy Keane critica jogadores do United: “Isso não teria acontecido no nosso vestiário”

Gennaro Gattuso, técnico do Milan, está pressionado. Foi eliminado da Liga Europa ainda na fase de grupos, em jogo com o Olympiacos, e também vem de dois empates sem gols com Torino e Bologna. O time não tem jogado bem e os resultados começaram a ficar piores, como uma consequência lógica. Neste sábado, contava a favor do Milan o seu retrospecto: tinha vencido os três últimos jogos em que recebeu a Fiorentina em casa. Sequência quebrada.

O Milan não teve nada que se salvasse. A atuação foi desastrosa, em um time que sentiu muito a ausência de vários jogadores machucados. Franck Kessié e Timoué Bakayoko estavam suspensos; Ivan Strinic, Mattia Caldara, Lucas Biglia e Giacomo Bonaventura machucados. O lateral Davide Calabria jogou improvisado no meio-campo ao lado de José Mauri e Hakan Çalhanoglu. Não funcionou.

Em um jogo que o Milan desperdiçou demais as suas chances, o gol marcado por Chiesa acaba sendo a diferença. Eme arrancou o gol com uma jogada mágica aos 20 minutos do segundo tempo. Recebeu a bola do lado esquerdo, trouxe para o meio, deixando adversários para trás, e chutou forte, no canto, e nem mesmo Gianluigi Donnarumma pôde fazer alguma coisa: 1 a 0. Um gol que deixou a Fiorentina se defender, enquanto o Milan se enrolava no ataque. Tentou, é verdade, e o goleiro Alban Lafont fez defesas importantes.

Foram 12 chutes a gol do Milan na partida, com seis deles acertando o alvo e o goleiro Lafont fazendo cinco defesas. A Fiorentina chutou oito vezes a gol. Acertou apenas uma. Suficiente para marcar o gol, porque foi indefensável, e sair de campo com a vitória. Uma grande partida de Vitor Hugo, zagueiro, ex-Palmeiras, que mostra uma consistência que ele já tinha nos tempos de time paulista. Jordan Vareout e Nikola Milenkovic também foram destaques no meio-campo, tornando o setor um lugar ingrato para os jogadores do Milan, sofrendo com ou sem a bola.

O Milan fica com 27 pontos, em quinto lugar, e perde a chance de se aproximar dos times à frente na tabela. A Fiorentina é quem chegou perto, com 25 pontos, em sétimo lugar e brigando por vaga em competição europeia.