Em uma semana que teve times da Premier League eliminados da Copa da Liga Inglesa por adversários de divisões inferiores, inclusive o Tottenham para o Colchester da quarta divisão, e outros, como Wolverhampton e Manchester United precisando dos pênaltis, a goleada do Chelsea por 7 a 1 sobre o Grimsby Town, também da League Two, se destaca, embora ganhar bem essas partidas não seja mais do que a obrigação para clubes tão ricos.

De qualquer maneira, foi uma atuação ofensiva impressionate do time de Frank Lampard, e a melhor notícia foi a estreia do lateral direito Reece James, de apenas 19 anos.

A cria das categorias de base do Chelsea havia sido emprestado para o Wigan, da segunda divisão, na temporada passada, e provavelmente foi observado de perto por Lampard, que estava no comando do Derby County, da mesma liga. Foi titular em 44 das 46 rodadas do clube na Championship.

Sob embargo de transferências, o Chelsea tem sido obrigado a dar chances aos seus jovens. Os mais notórios têm sido Tammy Abraham e Mason Mount. James, autor das assistências para os gols de Michy Batshuayi e Kurt Zouma, além de ter anotado o quinto com um belo chute de fora da área, pode pintar como mais um deles.

É o que pensa Lampard, pelo menos: “Ele mostrou o que pode fazer. Duas assistências e um gol, mas o desempenho de Reece emprestado ao Wigan ano passado mostrou o talento que ele tem. Acho que ele será um grande jogador para este clube. Foi apenas o começo para Reeece”.

Ross Barkley abriu o placar, aproveitando uma avenida deixada pelo Grimsby, e Batshuayi ampliou, após um cruzamento de James que desviou na zaga. A defesa do Chelsea voltou a vacilar e permitiu que Matt Green descontasse, mas o ataque compareceu. Pedro fez 3 a 1 de pênalti, Zouma desviou o cruzamento de James para fazer o quarto e o próprio jovem anotou o quinto. Batshuayi novamente e Callum Hudson-Odoi fecharam o placar.

.