A Espanha está em uma situação inusitada. Sua participação na primeira fase da Liga das Nações está encerrada, com seis pontos somados em duas vitórias e duas derrotas. No domingo, a Inglaterra recebe a Croácia. As duas seleções têm quatro pontos. Logo, a Espanha passa às semifinais apenas se houver um empate em Wembley. Caso haja um vencedor, será ele a avançar ao mata-mata. Isso tudo porque, aos 47 minutos do segundo tempo, Tin Jedvaj fez o gol da vitória croata por 3 a 2 sobre a Espanha, em Zagreb.

A campeã mundial de 2010 começou a sua campanha com duas vitórias contundentes: 2 a 1 na Inglaterra, fora de casa, e 6 a 0 na Croácia, que havia acabado de ser segunda colocada da Copa do Mundo. No entanto, foi derrotada pelos ingleses, em casa, em uma partida em que o placar de 3 a 2 não reflete a superioridade britânica, e precisava ganhar dos croatas para não depender de outros resultados.

Dependerá, embora não tenha sido por falta de força de vontade. A Croácia começou a partida muito mais ligada, talvez mordida pela goleada sofrida em Elche e novamente à frente de sua torcida, cumprida a punição motivada pela suástica desenhada no gramado naquela partida contra a Itália, em 2015. Pressionava a adversária com vigor, sempre que o toque de bola da Espanha se propunha a entrar a intermediária e era objetiva para armar contra-golpes com poucos passes.

O primeiro tempo, porém, terminou 0 a 0. Mas, logo aos 9 minutos da segunda etapa, a Espanha errou na saída de bola, e Kramaric apareceu livre na área para finalizar: 1 a 0. Não demorou dois minutos para Aspas achar Isco pela esquerda e o cruzamento cair nos pés de Cabellos, que empatou. Depois de um escanteio, Modric cruzou na segunda trave, onde Jedvaj estava livre para fazer o seu primeiro gol da noite.

A Espanha ainda conseguiu buscar o resultado com Sergio Ramos, cobrando pênalti, mas, bem no finalzinho da partida, Jedvaj, improvisado na lateral esquerda por causa das ausências de Strinic e Pivaric pegou o rebote de De Gea e conseguiu a vitória para a Croácia. Com os seus dois primeiros gols pela seleção nacional.

.

.

.


Os comentários estão desativados.