Jonas ainda não definiu o futuro de sua carreira. Aos 35 anos, o centroavante passou a temporada lidando com as lesões e se tornou menos preponderante ao título do Benfica no Campeonato Português. Ainda assim, o veterano não escondeu seu orgulho e sua emoção pela conquista, naquele que pode ter sido seu último jogo no Estádio da Luz. O artilheiro saiu do banco durante a goleada por 4 a 1 sobre o Santa Clara, que definiu a competição, e escancarou as lágrimas diante da massa encarnada.

Jonas chorou copiosamente logo ao entrar em campo. Aplaudidíssimo pelos torcedores no Estádio da Luz, o veterano expôs sua emoção antes de substituir João Félix. Atuou por 21 minutos nesta rodada final. E também era um dos mais comovidos após o duelo, enquanto os benfiquistas comemoravam o título nacional no gramado. Já durante a festa armada na Praça Marquês de Pombal, o centroavante pegou carona na lambreta de Eliseu, repetindo uma cena clássica da conquista anterior do clube.

O contrato de Jonas com o Benfica se encerra em junho de 2020. No entanto, o atacante apontou que vai definir o seu futuro durante as próximas semanas. Há um problema nas costas que limita as suas participações, cogitando assim a aposentadoria. O título e a homenagem na Luz seriam a ocasião perfeita para sair por cima.

“Esta é uma noite especial: primeiro pelo título, depois por ter entrado no final e os torcedores terem me recebido com muito carinho. Fiquei emocionado. Passei por muitos momentos nesta temporada, mas no fim fomos coroados, com muito esforço e sacrifício. O Benfica merece ser campeão. Esta festa é merecida, foi um ano muito difícil, mas acabou com todos felizes”, afirmou, à Benfica TV. “Todos sabem que os últimos anos foram difíceis para mim, a parte física… O que mais quero é ter ligação a este clube para sempre, sinto-me em casa. O Benfica estará para sempre no meu coração”.

Já à TVI, ele garantiu que sua decisão só será anunciada depois das férias: “O Benfica é o maior clube da minha carreira, onde conquistei muitos títulos, muitos amigos, o carinho e o respeito do povo. Tenho muito amor por este clube e por toda a gente do clube. Também por ser brasileiro, aqui sinto que estou em casa. Vamos para o Brasil porque a nossa família está lá. Os meus pais são as pessoas mais importantes da minha vida. Tenho mais um ano de contrato. Volto depois das férias”.

Jonas atravessou o período mais significativo de sua carreira com o Benfica. O centroavante anotou 137 gols em 183 partidas pelos encarnados. São 110 tentos pelo Campeonato Português, do qual foi artilheiro em duas oportunidades. Na atual temporada, acumulou 15 gols em 30 partidas por todas as competições, titular em 14 destas ocasiões. A idolatria, de qualquer forma, prevalecerá no Estádio da Luz. A emoção do veterano é uma imagem eterna.