Futebol não é apenas entrar em campo e buscar a vitória. O significado de um clube pode ir muito além. E o Grêmio Osasco Audax se mostra plenamente consciente daquilo que pode representar. Nesta semana, o clube anunciou a contratação de Tiago Linck como seu novo embaixador. Por conta de uma síndrome rara, o garoto de nove anos nasceu sem os seus quatro membros. Seu sonho é se tornar palestrante, pegando o próprio exemplo de superação para motivar as pessoas e combater o preconceito. E o gaúcho de Tiradentes do Sul, gremista, viu as portas se abrirem com a ajuda do futebol, protagonizando bonitas cenas na Copa São Paulo.

No sábado, Tiago realizou sua primeira palestra como embaixador do Audax. Falou a uma plateia cheia, incluindo os próprios jogadores que defendem o clube na Copinha. Já neste domingo, o menino esteve em campo no Estádio José Liberatti. Depois de uma apresentação do maestro João Carlos Martins, executando o hino nacional no piano, o jovem deu o pontapé inicial do jogo que encerrou a participação dos osasquenses na primeira fase, diante do Santos. E ainda recebeu uma homenagem quando a bola já estava rolando.

Wesley Bombinha anotou o gol que abriu o placar para o Audax, no empate por 1 a 1. Um verdadeiro golaço: deixou o marcador na saudade, antes de tocar por entre as pernas do goleiro santista. Na comemoração, dedicou o tento a Tiago, puxando as mangas da camisa em referência ao garoto. “Ver o Tiago dando o pontapé inicial dá mais vontade, dedicação e garra. Vamos descansar, ver o que o professor vai falar e voltar bem para o segundo tempo”, afirmou, na saída do intervalo. Com o resultado, contudo, os osasquenses ficaram pelo caminho. Santos e Rio Branco do Acre avançaram na chave.