Mauricio Pochettino precisou ser resiliente. Passou uma temporada inteira sem ganhar contratações e, quando menos se esperava, conseguiu levar o Tottenham à decisão da Liga dos Campeões com um elenco bastante enxuto. No entanto, a abertura do mercado de transferências já demonstra que os Spurs virão mais fortes para as próximas campanhas – ao menos no papel. Os Spurs anunciaram a compra de Tanguy Ndombélé, incensado meio-campista do Lyon. O atleta de 22 anos desembarca em White Hart Lane por €60 milhões, mais bônus de €10 milhões, em contrato firmado com os londrinos até 2025.

Ndombélé não é apenas uma contratação que amplia o elenco do Tottenham rumo à próxima temporada. É um jogador que chega para ser titular e, mais do que isso, parece pronto a se encaixar no sistema de Mauricio Pochettino. Com o declínio de Moussa Dembélé, Moussa Sissoko acabou se transformando em um improvável destaque na faixa central dos Spurs, quando tudo indicava que fosse negociado. Todavia, os Spurs precisaram atuar no limite naquele setor, considerando como os desfalques não puderam ser repostos durante a reta final da temporada. O francês se encaixa muito bem nesta lacuna.

O volante agrega às características que tanto regeram o meio-campo do Tottenham durante os últimos anos. É um jogador com enorme capacidade física, que ajuda a carregar o time de área a área. Além disso, tem uma postura incisiva, de quem gosta de abrir o caminho com dribles e com enfiadas de bola. Sua habilidade para fintar os oponentes é enorme. Além disso, ajuda a controlar o jogo pela faixa central com sua qualidade nos passes. Contribuiu com importantes assistências ao estilo de jogo agressivo do Lyon. E tende a ser muito bem aproveitado por Pochettino durante os próximos meses.

Cria da base do Guingamp, Ndombélé estourou com a camisa do Amiens. Teve papel fundamental na emocionante conquista do acesso em 2016/17, brilhando especialmente na reta final da campanha na Ligue 2. O Lyon aproveitou este sucesso e o levou logo depois. O meio-campista vem de duas temporadas bastante consistentes no clube, titular absoluto e destaque em seu setor. Não sentiu o peso das ocasiões e realizou também boas aparições na última Champions League, anotando dois gols. A proeminência garantiu suas primeiras aparições pela seleção principal da França em outubro de 2018. Tem sido peça recorrente na equipe de Didier Deschamps e atuou como titular em duas partidas na última Data Fifa.

A contratação de Ndombélé é um passo importante ao Tottenham como equipe, assim como um sinal de afirmação ao clube. Inaugurado o novo estádio, os Spurs voltam a se colocar no mercado. O potencial financeiro ainda está abaixo de outros concorrentes ao título na Premier League. Ainda assim, os londrinos ganham impulso para se tornarem mais competitivos, não somente dentro de campo. O francês desembarca como contratação mais cara já feita pela agremiação, superando Davinson Sánchez – e, ainda assim, com um valor inicial abaixo do estimado, considerando os números do Transfermarkt e as pedidas iniciais do presidente Jean-Michel Aulas.

Ndombélé não foi o único reforço anunciado pelo Tottenham nesta terça-feira. O clube também acertou a compra de Jack Clarke, ponta de 18 anos que se destacou pelo Leeds United na última temporada. Comprado por €11 milhões, passará mais um ano em Elland Road, até se somar em White Hart Lane. Ainda há muito a se fazer no elenco. As laterais e a reserva de Harry Kane são as principais carências do grupo, embora os londrinos também precisem se mexer para encontrar um substituto a Christian Eriksen, que manifestou seu desejo por “um novo desafio”. É uma equipe forte e com potencial de crescimento, embora o elenco precise ser encorpado. O novo meio-campista é uma ótima notícia, em vários sentidos.