Há partidas em que o Real Madrid parece ganhar por inércia. Isso não vinha acontecendo na má fase recente, mas o triunfo sobre o Espanyol reafirma tal propensão dos merengues. Não era uma partida típica, a se notar pelo uniforme reserva usado dentro do Santiago Bernabéu – apenas a quinta vez na história do estádio em que os blancos não vestem branco. E, mesmo sem exibir o seu melhor futebol, o time de Zinedine Zidane construiu a vitória por 2 a 0. Karim Benzema anotou mais um gol e Rodrygo seguiu entre os titulares, ainda que a boa nova tenha sido Vinícius Júnior. Com confiança, fez boa atuação, mesmo sem passar por Diego López.

Melhor desde os primeiros minutos, o Real Madrid dominava as chances de gol. E, quase sempre, contava com as arrancadas de Vinícius Júnior pela esquerda. O brasileiro fazia uma partida muito ativa e infernizava os marcadores, mas não conseguia definir da melhor maneira para superar Diego López. O Espanyol até chegou a assustar, numa cabeçada de Wu Lei que Thibaut Courtois defendeu. Mas o domínio era mesmo merengue, até que o gol saísse aos 37.

Primeiro, Federico Valverde forçou uma ótima intervenção de Diego López. E na sequência de uma cobrança de escanteio, Benzema serviu Raphaël Varane. O centroavante prevaleceu no meio de três marcadores e rolou para o zagueiro, que fez as vezes de atacante para definir. Antes do intervalo, teria mais Vinícius, outra vez frustrado por Diego López. Foram três finalizações no alvo do garoto na primeira etapa, todas defendidas pelo goleiro.

O Espanyol parecia jogar por um erro no Bernabéu. E, mais contido, o Real Madrid conseguiu manter a vitória no segundo tempo. As principais escapadas aconteciam com Benzema, também barrado por Diego López. Entretanto, o artilheiro conseguiria guardar o seu. Tabelou com Valverde, que deu um lindo giro sobre o marcador dentro da área e devolveu o presente para o francês escorar às redes, aos 34. Nem mesmo a expulsão de Ferland Mendy, logo depois, atrapalhou os madridistas. Vinícius Júnior, menos intenso na segunda etapa, seria substituído ao lado de Rodrygo depois disso. O ex-santista, desta vez, esteve um pouco mais apagado.

A vitória do Real Madrid pressiona o Barcelona. Os merengues chegam aos 34 pontos, três a mais que os rivais. Os blaugranas encaram o Mallorca no fechamento da rodada deste sábado. E, mais importante que o momentâneo, é pensar no clássico que se aproxima, no próximo dia 18. Os madridistas crescem antes da visita ao Camp Nou.

Classificações Sofascore Resultados