Red Bull Salzburg e RB Leipzig possuem uma conexão direta no departamento de futebol. Obviamente, o dinheiro e outros fatores ainda pesam. Nem sempre os destaques que surgirem na equipe austríaca irão diretamente ao elenco alemão – como no caso de Erling Braut Haaland, que acabou atraído pelo salário oferecido pelo Borussia Dortmund. Ainda assim, o Leipzig continua se valendo de alguns talentos que despontam em Salzburg, e mais uma transação entre os clubes da Red Bull foi confirmada nesta semana: Hwang Hee-chan chegará cotado como um potencial substituto de Timo Werner na Bundesliga alemã.

Formado pelo Pohang Steelers, Hwang se mudou à Áustria em 2015, aos 19 anos. Passou um tempo na segundona com o Liefering, o clube satélite da Red Bull, e se juntou ao Salzburg em 2015/16. O sul-coreano teve certo destaque nas duas temporadas seguintes, contribuindo à campanha dos Touros Vermelhos rumo à semifinal da Liga Europa. Mas não que fosse tão imprescindível assim e, em 2018/19, teve uma passagem frustrada pelo Hamburgo na segundona alemã. A recuperação aconteceu na atual temporada, se firmando como uma referência ofensiva e aparecendo bem sobretudo na Champions. Formando uma dupla com Haaland, o jovem anotou três gols e deu cinco assistências na fase de grupos.

O RB Leipzig leva um atacante com boa mobilidade e que, além de atuar centralizado, também sabe se encaixar nas pontas. É um pouco o que Werner oferecia, mas sem tanta velocidade e sem a fome de gols do alemão. Em compensação, o sul-coreano tem mais capacidade nos dribles e nos passes para fazer a função na criação. Aos 24 anos, Hwang também não é tão jovem assim para render uma fortuna no mercado futuro aos Touros Vermelhos. Mas possui qualidades para evoluir e para se firmar como uma opção interessante na rotação de Julian Nagelsmann. É uma aposta que faz sentido, especialmente por estar ao alcance da Red Bull.

“Estou empolgado pelo novo desafio. Quero ajudar o time a continuar sendo tão bem sucedido quanto possível e conquistar os ambiciosos objetivos deste clube jovem. As ambições da equipe e o estilo de jogo são perfeitos para mim. Quero dar meu próximo passo como profissional aqui em Leipzig. Pretendo marcar o máximo de gols possível”, declarou Hwang, em sua apresentação pelo RB Leipzig. Presente na conquista dos Jogos Asiáticos em 2018, ele não precisará realizar o serviço militar obrigatório na Coreia do Sul.

A transferência sai por um preço módico ao Leipzig, que pagará €9 milhões, mais bônus que podem chegar aos €14 milhões. Hwang será o 17° jogador a trocar o Salzburg pelo Leipzig desde 2011/12. Segundo números do site Transfermarkt, o custo dos negócios aos alemães foi de €80 milhões, mas a revista Kicker informa que os bônus adicionais superam os €100 milhões. A lista inclui alguns dos principais nomes do Leipzig, entre eles Péter Gulácsi, Dayot Upamecano, Konrad Laimer, Amadou Haidara e Hannes Wolf. Entre os que já deixaram a Alemanha, o destaque fica para Naby Keita, atualmente no Liverpool.

A contrapartida é que não costuma ser muito comum. Apenas sete jogadores deixaram o Leipzig para se juntar ao Salzburg, a maioria jovens em busca de mais minutos. Contratado pelos alemães do Rapid Viena, Marcel Sabitzer ficou uma temporada na Áustria emprestado antes de se mudar à Alemanha. Outro caso parecido é o do ponta Massimo Bruno, que também jogou por empréstimo pelo Salzburg, mas não virou o que se esperava no Leipzig e acabou se transferindo ao Anderlecht pouco depois.

A Uefa não vê irregularidades no processo, considerando a Red Bull apenas patrocinadora do Salzburg, não mais proprietária. A relação entre as duas agremiações, entretanto, é parecida com a de clubes satélites. A diferença é que ambos mantêm um alto nível de competitividade e se dão muito bem em sua estratégia de desenvolver promessas – ainda que os prodígios de Salzburg muitas vezes acabem dando um impulso maior em Leipzig.

Além de Hwang, o Leipzig já confirmou outros dois reforços para a próxima temporada. Cria da base do Barcelona, o goleiro Josep Martínez chega após se destacar pelo Las Palmas na segunda divisão do Campeonato Espanhol. Por sua vez, o lateral Benjamin Henrichs surgiu bem no Bayer Leverkusen, mas não estourou no Monaco e virá por empréstimo. Além de Werner ao Chelsea, saem jogadores emprestados, mas a diretoria estaria trabalhando na renovação de Patrik Schick e Angeliño.