A Liga dos Campeões da África definiu os seus quatro classificados às semifinais neste final de semana. E a próxima fase da competição guarda um duelo particular entre duas cidades tradicionalíssimas no futebol continental: serão dois confrontos entre os maiores clubes de Casablanca contra os dois grandes do Cairo. Enquanto o Raja Casablanca encara o Zamalek em uma chave, a outra guardará o embate entre Wydad Casablanca e Al Ahly. Juntos, os quatro times reúnem 18 conquistas no torneio.

Em comum, os quatro classificados tropeçaram no jogo de volta fora de casa, mas todos já tinham encaminhado a classificação na ida. Na sexta-feira, o Zamalek despachou o Esperánce, que vinha de dois títulos continentais consecutivos. Apesar da vitória dos tunisianos por 1 a 0 em Radès, gol de Billel Bensaha, os egípcios avançaram pelos 3 a 1 no Cairo. O jogo terminou com enfrentamentos entre torcedores e policiais nas arquibancadas. Já o Raja Casablanca passou mesmo com a derrota por 1 a 0 contra o Mazembe, gol de Isaac Tshibangu. Os marroquinos haviam feito 2 a 0 em casa. O duelo na República Democrática do Congo, aliás, também contou com cenas de violência entre os jogadores alviverdes e a torcida da local.

O Al Ahly foi o único que não perdeu neste final de semana. Os Diabos Vermelhos visitaram o Mamelodi Sundowns e voltaram da África do Sul com o empate por 1 a 1. Um gol contra de Lebohang Maboe deixou os egípcios em vantagem, enquanto Gastón Sirino empatou aos sul-africanos. Como havia feito 2 a 0 na ida, o Al Ahly avançou. Pegará o Wydad Casablanca, que superou o Étoile du Sahel. Após a vitória por 2 a 0 no Estádio Mohammed V, os marroquinos se deram ao luxo do revés por 1 a 0 em Radès. Karim Aribi anotou o gol dos tunisianos, insuficiente à classificação.

As semifinais acontecerão no início de maio. Tanto Al Ahly quanto Zamalek disputarão as partidas de volta em casa. Caso os dois clubes do mesmo país avancem, seria a primeira vez na história que um dérbi decidiria a Champions Africana. Além disso, Marrocos e Egito já fizeram a final entre si duas vezes. Em 2002, o Zamalek derrotou o Raja Casablanca, enquanto o Wydad Casablanca bateu o Al Ahly em 2017. Os duelos deste ano também servirão de tira-teima.