Em questão de poucos meses, Nemanja Matic mudou sua própria sorte no Manchester United. Se por volta da virada do ano o sérvio se via desfavorecido no elenco e com contrato encerrando ao fim da temporada, a ótima sequência de jogos, sobretudo desde a volta do futebol inglês após a paralisação devido ao Coronavírus, lhe garantiu um novo vínculo com o clube, até o fim da temporada 2022/23.

Este novo Manchester United potencializado pela chegada de Bruno Fernandes conta com uma série de destaques ofensivos. Além do português, o trio de ataque formado por Anthony Martial, Marcus Rashford e Mason Greenwood vive grande temporada. Atrás deles, no entanto, Matic tem acumulado atuações de alto nível, garantindo segurança defensiva, dando mais liberdade a Paul Pogba e a Fernandes e servindo como homem do primeiro toque de qualidade na transição ofensiva dos Diabos Vermelhos.

O sérvio é um dos atletas que mais parecem ter se beneficiado com a pausa forçada no futebol, e o patamar de desempenho que estabeleceu nas últimas semanas seguramente tornam merecida uma renovação de contrato. O problema é a duração deste novo vínculo.

Ao fim do contrato recém-assinado, Matic estará a poucos meses de completar 35 anos. Não é comum ver equipes do porte do Manchester United oferecer renovações tão longas a jogadores de idade tão avançada. O acordo parece ainda mais apressado ao levarmos em conta que, com exceção dessas últimas semanas, o jogador vinha em claro declínio com a camisa do United, dificilmente tendo mostrado o nível de seu melhor futebol nos tempos de Chelsea.

Na fala de Ole Gunnar Solskjaer ao site oficial do Manchester United, comentando a renovação, podemos entender ao menos parte do motivo para o acordo nesses termos. O técnico, que tem como um de seus principais objetivos montar um elenco com a mentalidade certa, seja em termos de entrega, valores profissionais ou perfil competitivo, parece ver no sérvio um pilar importante, um exemplo adequado para a turma de jovens jogadores que começa a abrir espaço no time principal.

“Estou feliz que o Nemanja tenha assinado um novo contrato. Sei que sua experiência, seu profissionalismo e sua liderança serão valiosos para este jovem e talentoso grupo. Temos muita força no meio de campo, e os atributos de Nemanja são parte chave disso. Ele está aqui há três temporadas e realmente entende os valores que envolvem jogar pelo Manchester United. Ele segue enormemente ambicioso e determinado, o que será essencial conforme buscamos alcançar nossos objetivos nos próximos anos”, elogiou o norueguês.

É difícil imaginar que Matic mantenha a hierarquia que tem hoje na lista de titulares ao longo de todo o novo vínculo, e simplesmente fazer parte do elenco pode dar conta deste aspecto extracampo citado por Solskjaer. Só com o tempo poderemos afirmar com alguma certeza o nível de acerto do United ao renovar o seu contrato sob essas condições – algo que a falta de perspectiva do lado de fora não permite fazer. No entanto, apenas com aquilo que temos, as informações públicas, a negociação soa no mínimo insólita.