O rumor dos últimos dias teve sua confirmação nesta sexta-feira. A Atalanta adiciona um pouco mais do talento sul-americano ao seu ataque, para uma temporada que contará com a histórica estreia na Liga dos Campeões. Luis Muriel foi anunciado como novo reforço dos Orobici, prometendo uma azeitada dupla ofensiva ao lado do compatriota Duván Zapata. O colombiano de 28 anos passou os últimos meses emprestado à Fiorentina, onde atravessou bons momentos. A Dea o contratou em definitivo junto ao Sevilla, em negócio estimado em €15 milhões iniciais, mais €3 milhões em bônus.

Muriel experimentou os melhores momentos de sua carreira no futebol italiano. Depois de surgir bem no Lecce, teve uma excelente temporada em 2012/13 com a Udinese. Não manteve o nível de desempenho com os friulani, mas a transferência à Sampdoria o ajudou bastante. Reergueu-se com os blucerchiati, com uma passagem expressiva pela equipe. Viveu o seu melhor ano em 2016/17, com 11 gols e oito assistências, números que abriram portas à sua venda ao Sevilla. Apesar de um primeiro ano razoável, não se firmou na Andaluzia e acabou cedido à Fiorentina na última janela de inverno. Uma oportunidade de ouro ao colombiano, que carregou os violetas em muitos momentos do segundo turno da Serie A. Brilhante especialmente na Copa da Itália, rearranjou o seu futuro.

O negócio firmado nesta sexta-feira é animador para todas as partes. O Sevilla recupera parte de seu investimento, em um jogador que dificilmente seria aproveitado. A Atalanta traz um acréscimo de peso em meio à maratona de jogos que enfrentará. E o próprio Muriel parece capaz de vingar no time de Gian Piero Gasperini, com um estilo de jogo favorável aos Orobici. Sua movimentação e sua intensidade parecem se casar perfeitamente ao futebol que se pratica em Bérgamo. O colombiano agrega novas variações e pode entrar em diferentes posições na frente. Contribui pela velocidade, pelo poder de fogo e pelos dribles, assim como por seu empenho ao dar o combate já no campo de ataque.

“O presidente Percassi e o técnico Gasperini transmitiram seu entusiasmo de imediato. Foi importante para me sentir desejado. Também conversei com Duván e ele está apaixonado pela cidade, assim como pelo clube. Falamos bastante sobre isso na concentração da Copa América. Somos amigos desde o sub-17 da Colômbia e jogamos juntos o Mundial Sub-20. Trocamos de posição muitas vezes no ataque. Venho a uma equipe com ótimos jogadores, foi o suficiente para me convencer”, declarou Muriel, em sua primeira entrevista.

Muriel integrava o elenco colombiano na Copa América e começou o torneio como titular. Contudo, uma lesão ligamentar no joelho logo nos primeiros minutos da estreia contra a Argentina provocou o seu corte. Aproveitou a brecha para confirmar o negócio com a Atalanta, enquanto torce para os companheiros no Brasil. E, pela ascensão de Zapata nesta fase de grupos, pode esperar uma afinada parceria com o velho amigo rumo à Champions. É importante dar mais profundidade ao elenco e a diretoria nerazzurra toma o caminho certo.