A Itália permanece com uma campanha irretocável nas Eliminatórias para a Euro 2020 e ampliou o seu domínio nesta quinta-feira. A Azzurra visitou a Armênia e conquistou a vitória por 3 a 1 em Yerevan. O placar, entretanto, não evidencia a maneira como o time de Roberto Mancini passou apuros durante a noite. Os armênios saíram em vantagem e deram alguns sustos ao longo da partida, especialmente pela velocidade em suas investidas. Porém, mais ofensivos, os italianos se aproveitaram da vantagem numérica obtida ainda na primeira etapa e da boa fase de Andrea Belotti para preservar os 100% de aproveitamento.

Como de praxe, Mancini utilizou uma equipe bastante jovem na partida, até pelas lesões recentes que limitaram sua convocação. Nicolò Barella era uma das opções no meio, ao lado de Jorginho e Marco Verratti. Já no ataque, o trio foi formado por Federico Chiesa, Andrea Belotti e Federico Bernardeschi. Eles tiveram que lidar com a pressão no marcador, logo aos 11 minutos. A Armênia abriu o placar graças a um contra-ataque veloz, em que Aleksandre Karapetian aproveitou a brecha pela direita para tirar do alcance de Gianluigi Donnarumma.

A Itália manteve a postura agressiva, mas teve dificuldades para se recobrar do prejuízo de imediato. O goleiro Aram Airapetyan chegou a realizar uma defesa espetacular para evitar o gol de Bernardeschi. O empate sairia aos 28 minutos, após grande lance de Emerson pela esquerda. Belotti apareceu no segundo pau e se esticou para emendar o cruzamento às redes. O tento fez com que os italianos crescessem. Ficaram no quase, em chute de Bernardeschi que triscou o travessão, enquanto Belotti também teve um gol bem anulado antes do intervalo.

Se a situação da Armênia já parecia difícil o suficiente, ela piorou nos acréscimos, quando o árbitro mostrou o segundo amarelo para Karapetian. Foi uma expulsão contestável, mas que obrigava os armênios a se fecharem mais. Apesar disso, o segundo tempo contou com outros contragolpes perigosos do time da casa, com Henrikh Mkhitaryan incomodando bastante.

A Itália teria outro gol anulado, de Emerson, e somente aos 32 é que encontraria tranquilidade com a virada. Saindo do banco, Lorenzo Pellegrini aproveitou o lançamento de Bonucci para concluir de cabeça. Três minutos depois, a vitória foi confirmada por um excelente giro de Belotti, em chute que bateu na trave e nas costas do goleiro antes de entrar. No fim, o centroavante ainda veria o terceiro gol anulado dos italianos na noite, este em decisão errada da arbitragem – que não conta com o auxílio do VAR nas Eliminatórias da Euro.

A Itália soma 15 pontos no Grupo J. Aproxima-se bastante da classificação, em uma chave sem grandes desafios. Já a Armênia continua no bolo que almeja a segunda vaga. O time é o terceiro colocado, com seis pontos, três a menos que a surpreendente Finlândia. Precisa secar os concorrentes para se manter em uma posição minimamente cômoda ao término da rodada.

 

Confira abaixo o vídeo mais recente de nosso canal no YouTube – aproveita e se inscreva no canal!