A Argentina não precisou de seu máximo empenho para conquistar a vitória no amistoso contra o Iraque nesta quinta-feira. Sob um forte calor na Arábia Saudita, a renovada Albiceleste de Lionel Scaloni goleou os iraquianos por 4 a 0. Paulo Dybala foi o destaque por comandar o setor ofensivo, enquanto alguns novos jogadores ganharam minutos – incluindo Walter Kannemann, que saiu do banco. E o jogo pouco empolgante valeu para que quatro atletas diferentes anotassem seu primeiro tempo pela seleção, entre eles Lautaro Martínez.

Referência no ataque diante da ausência do poupado Mauro Icardi, Lautaro abriu o placar aos 18 minutos, aproveitando o cruzamento de Marcos Acuña. Os outros tentos vieram no segundo tempo, a partir das substituições. Dybala, que já havia participado da jogada do primeiro, deu o passe para Roberto Pereyra ampliar com toda a liberdade do mundo. Já nos minutos finais do confronto, Germán Pezzella desviou um escanteio para fazer o terceiro e Franco Cervi fechou a contagem, ao receber o passe de Kannemann e arrancar desde o meio-campo sem ser muito incomodado.

Na próxima terça-feira, a Argentina encara o Brasil em amistoso. Dybala comentou o espírito para o clássico, falando sobre o momento de transição da Albiceleste: “Vamos jogar contra um adversário difícil. O futebol é um dos poucos esportes em que a equipe com menos chances pode ganhar do maior. Mas não creio que somos menores ou menos que o Brasil. Eles vêm com o time completo, mas temos muita vontade de ganhar”.


Os comentários estão desativados.