Entramos na segunda metade da temporada europeia e os jogadores que estão chegando ao final dos seus vínculos de contrato poderão ser contatados diretamente para um contrato a partir de julho de 2017. Isto pela regra que diz que jogadores a seis meses ou menos do final do seu contrato já podem negociar diretamente com os clubes, sem autorização do clube pelo qual defende. Caso acerte um novo contrato, será exercido assim que o vínculo se encerrar. E alguns bons nomes podem trocar de camisa para a próxima temporada. Confira alguns:

LEIA TAMBÉM: Um herói condenado: Éder sofre com constantes vaias atuando pelo Lille na França

Axel Witsel (Zenit)

Prestes a completar 28 anos, e sempre especulado em diversos times do mundo a cada nova janela de transferências,

Axel Witsel, do Zenit (AP Photo/Paulo Duarte)
Axel Witsel, do Zenit (AP Photo/Paulo Duarte)

o meio-campista belga Axel Witsel deve mesmo mudar de clube neste mês. Seu contrato com o Zenit vai até junho deste ano, mas ele tem propostas da Juventus, da Itália, e da China – e dizem que ele vai mesmo é encher os bolsos no continente asiático.

Santi Cazorla (Arsenal)
Cazorla comemora o primeiro gol do Arsenal no Emirates (AP Photo/Bogdan Maran)
Cazorla comemora o primeiro gol do Arsenal no Emirates (AP Photo/Bogdan Maran)

O meia espanhol teve grande participação pelo Arsenal nos últimos anos. Quando esteve em campo. E este tem sido o problema para ele: poucas atuações, já que as lesões tem atrapalhado a sua carreira no clube londrino. Até por isso, a sua renovação não foi feita ainda. Nem se sabe se será.

Jesus Navas (Manchester City)

Jesús Navas Manchester City 800Ponta, rápido, habilidoso… E comum. É um jogador que não conseguiu impressionar a serviço do Manchester City, desde que deixou o Sevilla. É mais uma opção no banco e os Citizens, agora sob o comando e Guardiola, não parecem dispostos a renovar o vínculo do jogador, que também deve querer jogar mais. Não faltarão pretendentes ao jogador, que pode ser útil em outros times.

Arjen Robben (Bayern de Munique)

robbenUm dos melhores jogadores da Copa do Mundo de 2014, se não o melhor, Robben voltou a viver dias complicados por causa das lesões. As duas temporadas depois do Mundial tiveram menos o holandês em campo do que ele e o Bayern gostariam. Por isso, sua renovação com o clube alemão divide opiniões. E ainda não foi feita. Será que pode pintar um novo clube na carreira do nosso bravo guerreiro Nederland?

Yayá Touré (Manchester City)

Yayá Touré, do Manchester CityO desentendimento de Yayá Touré com Guardiola no começo da temporada fez com que os questionamentos a respeito da capacidade do jogador de atuar em alto nível fosse ainda mais questionada. O problema foi resolvido – ainda mais depois da lesão de Gündogan -, ele voltou a ser titular. Mas será que ele fica na próxima temporada? É uma incógnita. O contrato ainda não foi renovado. Quem quiser, é só chegar.

Fernando Torres (Atlético de Madrid)
Fernando Torres, do Atlético de Madrid (AP Photo/Daniel Ochoa de Olza)
Fernando Torres, do Atlético de Madrid (AP Photo/Daniel Ochoa de Olza)

El Niño voltou ao seu clube de origem e de coração depois da decepção no Chelsea e de seis meses sem impressionar no Milan. Desde então, é uma ótima opção de ataque nas mãos de Diego Simeone nos Colchoneros. Mas será que vale continuar apostando no jogador para as próximas temporadas? Quem sabe surge uma proposta tentadora da China…

Branislav Ivanovc (Chelsea)

Britain Soccer Premier LeagueDefensor sérvio que teve ótimos momentos pelo Chelsea, Ivanovic já não tem tanto prestígio assim. Se tornou um reserva do time de Antonio Conte, mesmo com o esquema de três defensores – Azpilicueta, que já era um concorrente na lateral, é o dono da posição na linha de três defensiva. Há quem veja o sérvio trocando de clube, já que poderá sair de graça, para times como PSG, Juventus ou Barcelona. Parece um pouco de sonho de empresário.

Pablo Zabaleta (Manchester City)
Zabaleta fez o gol da vitória do City no Britannia Stadium
Zabaleta fez o gol da vitória do City no Britannia Stadium

Um lateral limitado, já é veterano e, pra piorar sua situação, não tem jogado bem. No Manchester City de Guardiola, que sempre gosta de sair jogando – por vezes até de forma perigosa -, a falta de habilidade do jogador pode pesar para que a sua saída aconteça mesmo ao final da temporada, quando seu contrato termina. Talvez uma volta para a Argentina seja o destino?

Gaël Clichy (Manchester City)
Gael Clichy
Gael Clichy

Assim como Zabaleta, não vem muito bem, com o adendo de ter chegado por um salário altíssimo por trocar o Arsenal pelos Citizens. Com as atuações longe de convencer, talvez ele tenha a porta da rua mostrada ao final da temporada. Pode ser o momento de uma volta à França – ou de defender um clube menor na Inglaterra.

Antonio Valencia (Manchester United)
Antonio Valencia é o jogador mais importante do Equador e capitão do time (AP Photo/Rich Schultz)
Antonio Valencia é o jogador mais importante do Equador e capitão do time (AP Photo/Rich Schultz)

Ponta de origem, lateral adaptado, é titular do time de José Mourinho em muitos jogos. Mas como defensor. É um jogador regular, que não compromete. Mas com o contrato do equatoriano se encerrando, talvez seja o momento de buscar novos ares – até porque o United deve investir em um lateral de ofício que possa render mais. É uma boa opção para os times sul-americanos, caso o jogador aceite um belo corte de salário – o que o torna mais próximo de times menores de grandes ligas.

Pepe (Real Madrid)
Pepe e Rui Patrício comemoram a vitória (AP Photo/Thanassis Stavrakis)
Pepe e Rui Patrício comemoram a vitória (AP Photo/Thanassis Stavrakis)

O zagueiro luso-brasileiro foi contratado por € 30 milhões junto ao Porto em 2007 pode estar chegando ao final da sua passagem pelo Real Madrid. Aos 33 anos, o jogador é alvo dos chineses, que podem levá-lo por mais uma boa grana. Com ótimo desempenho no time merengue nos últimos anos, certamente seria um bom reforço para muitos times. Talvez seja seduzido pelos milhões de euros que a China pode oferecer, naquele que pode ser o seu último grande contrato da carreira.

Daniele De Rossi (Roma)
De Rossi da Roma (Maurizio Brambatti/ANSA via AP)
De Rossi da Roma (Maurizio Brambatti/ANSA via AP)

Um dos melhores jogadores dos últimos anos da Roma, o atual capitão – já que Francesco Totti é mais reserva do que titular – tem contrato só até junho. Mas isto não deve fazer com que ele deixe o clube. Aos 33 anos, o jogador deve ter o seu vínculo renovado, até pelo excelente desempenho que passou a ter no time de Luciano Spalletti.

Darijo Srna (Shakhtar Donetsk)

srnaO lateral direito croata se aposentou da seleção croata, mas, aos 34 anos, ainda é um jogador bastante útil para muitos times. Fica sem contrato com o Shakhtar, clube do qual é o capitão. Tá precisando de lateral direito? Eis aí uma chance de contratar um jogador que ainda tem alguma lenha para queimar.

Xabi Prieto (Real Sociedad)
Xabi Prieto, da Real Sociedad
Xabi Prieto, da Real Sociedad

Aos 33 anos, o capitão da Real Sociedad fica sem contrato ao final desta temporada. É o camisa 10, referência do time, e pode ser um jogador útil ainda, se não no clube basco, em algum outro lugar. MLS? China? Oriente Médio? Clubes menores da Espanha?

Xabi Alonso (Bayern de Munique)
Xabi Alonso, do Bayern de Munique
Xabi Alonso, do Bayern de Munique
Football Soccer - Bayern Munich v SV Darmstadt 98 - German Cup (DFB Pokal) - Allianz-Arena, Munich, Germany - 15/12/15 Bayern Munich's Rafinha and Xabi Alonso celebrate the first goal against SV Darmstadt 98 REUTERS/Michael Dalder. DFB RULES PROHIBIT USE IN MMS SERVICES VIA HANDHELD DEVICES UNTIL TWO HOURS AFTER A MATCH AND ANY USAGE ON INTERNET OR ONLINE MEDIA SIMULATING VIDEO FOOTAGE DURING THE MATCH. - RTX1YUAT
Meio-campista do Bayern de Munique, peça-chave do técnico Carlo Ancelotti já no Real Madrid, segue com um papel preponderante também no clube alemão. Aos 35 anos, está na parte final da carreira, mas ainda pode ser bastante útil em grandes clubes europeus. Resta saber quem está disposto a contratá-lo.